Páginas

terça-feira, 21 de junho de 2011

Ainda a Assunção Esteves (hoje deu-me para aqui)

O sexo com que nascemos não constitui, por si só, prova alguma de inteligência ou falta dela. Por isso, não é por ser mulher que a Assunção Esteves é merecedora do cargo que agora ocupa, mas por ser a pessoa com a cabeça que ela possui. Dizer-se que é por ser do sexo feminino que teve honras de convite para a Assembleia é diminuir-lhe até ao chão a dimensão intelectual que ela tem, digna de qualquer Presidente da Assembleia da Republica Portuguesa.
Tenho dito!

Sem comentários:

Enviar um comentário