Páginas

quinta-feira, 29 de janeiro de 2015

Naturalmente que as mulheres não são tão capazes quanto os homens



Li, em inúmeros posts, no Facebook, que ainda bem que o governo Grego não tem mulheres na sua constituição. É sinal que não ligam a essa coisa perniciosa das cotas. Eu concordo. Concordo com a ideia absoluta que ninguém deve ascender a um lugar de destaque só porque nasceu com determinado sexo. Parabéns aos Gregos. No entanto, acho estranho que num universo vasto de um país, não haja uma mulher, apenas uma, umazinha, que não se tenha distinguido numa qualquer área. Estou certa que a ser assim, a biologia explica a coisa. Os cromossomas Y gregos são mais capazes, mais inteligentes, que os X. Relembro que há um seculo era um pouco assim em todo o mundo. As mulheres ainda mal pensavam, mal discerniam, mal raciocinavam. Eram uma cabeça com pernas e mamas e… Entretanto evoluíram. Tenho esperança que a teoria da evolução da espécie feminina também ocorra na Grécia. Até lá, afastem as mulheres dos cargos de governação. 


4 comentários:

  1. ... Se a evolução já se tivesse dado, talvez a economia tivesse seguido outro caminho... ;)

    beijinhos

    ResponderEliminar
  2. Eu acho que numa sociedade desigualitária cmo a que temos, um sistema de cotas obriga a criar oportunidades de igualdade que de outra forma são difíceis. É a chamada descriminação positiva. Não quer dizer que seja para sempre, mas pode funcionar bem para aplicar algumas medidas até as pessoas se habituarem à situação e as oportunidades surgirem naturalmente.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É o chamado mal necessário, certo? Concordo, V

      Eliminar