Páginas

quarta-feira, 30 de outubro de 2013

...

a minha aldeia é muito pequena, minúscula mesmo e quando os lugares são pequenos a morte sente-se mais, agiganta-se.
Hoje a minha aldeia foi pequena demais para conter quem se quis despedir dele. E ele era tão novo!
E como diz a minha mãe:' quando morre marido ou mulher fica-se viúvo; quando morre pai ou mãe fica-se órfão, mas não há palavras para quando se morre um filho, e não há porque não é natural'.

Quim, descansa em paz!

4 comentários:

  1. Um dia encontramo-nos todos...

    TODOS.


    Beijos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. será que algum dia deixamos de estar juntos?
      beijinhos

      Eliminar
  2. Faz hoje precisamente 15 meses, e reparo agora que foi por esta hora, que fiquei viúva e o meu filho órfão, os meus sogros, é como diz, é tão anti-natural que nem sequer há nome para o estado deles agora.

    Um beijinho

    ResponderEliminar